Saudade.

A saudade é meio traiçoeira. Vem, quietinha, e quando notamos, se alojou. Não é fogo, mas queima igual. Não é água, mas transborda nossos olhos de lembranças inenarráveis. São sete letras, mas que carregam entre si significados incalculáveis. Saudade não mata, mas causa uma dor que somente uma presença sara. O difícil é ter a presença. 

2 comentários:

  1. Tenho saudade de tanta gente....

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  2. È vero. Saudade é essa essência de alguém em nós, essência que não é física, e por isso reclama a presença física desse alguém para nos completar, ou para se completar em nós. Belíssimo, o teu texto. Um abraço

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião *-*