Oh chuva!

É engraçado como a chuva me faz lembrar você. Não saberia explicar, mas sinto que existe uma ligação muito forte. A água escorrendo na janela do meu quarto, junto ao silêncio total da madrugada, se tornam o contraste perfeito para uma mente barulhenta. Tento desviar os pensamentos e, talvez, imaginar que preciso acordar cedo, estudar, trabalhar e planejar outras atividades futuras. Tentativa fracassada. Controlar a mente nem sempre é uma tarefa fácil, como a maioria das pessoas julgam ser. Talvez eu não queira controlar, não agora. Acho que as vezes é preciso forçar até o fim. A gente decide se serão lembranças boas ou ruins. A gente também escolhe entre ficar triste ou acreditar que tudo tem um começo, meio e fim. Você conquistou um lugar especial no meu coração, e esse lugar é insubstituível. Não importa o que aconteça daqui pra frente, você sempre será um pedaço de mim. E eu vou agradecer todos os dias pela sua existência. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião *-*