reencontros.



 Uma mistura de susto com felicidade plena. É isso que sinto todas as vezes que te reencontro. Queria poder te dizer o quanto o seu abraço me faz bem, reinicia. Queria poder recitar versos que fale de saudade, frio na barriga, paz, proteção e amor. Afinal, é isso que você me causa. Queria também te contar sobre os meus planos, as músicas que escutei e os livros que li nesse período que não nos encontramos. O problema é que quando te vejo, as palavras fogem, e eu não consigo falar o que ensaiei por vários dias, meses. É estranho. Você nem tinha ido embora, mas meu coração já sentia a sua falta. Parece loucura, é loucura, mas também é amor. Muito amor, por sinal.

2 comentários:

Deixe sua opinião *-*